sexta-feira, 4 de dezembro de 2009

E JÁ É NATAL OUTRA VEZ

À cerca de 2000 anos houve alguém que espalhou a mensagem de que mais do que tentarmos procurar Deus no Céu ou em templos deveríamos procurá-lo em nós mesmos dado ser aí que ele se encontra.

Religiões, fés ou crenças à parte a Mensagem que passou é comum a muitas outras fés: o Bem gera o Bem e o Mal o Mal.

Sermos positivos, ou pensarmos de forma positivo, gera retornos igualmente positivos e, por oposição, o contrário é igualmente verdade.

A mensagem que esse alguém passou centrou-se assim no que mais de positivo podemos gerar: Amor, Amizade, Bondade e Solidariedade.

2000 depois a sua Mensagem está transformada numa quadra festiva de índole comercial, num turbilhão de interesses e hipocrisias e num escape emocional de proximidade com amigos e famílias anulando o remorso de durante o ano inteiro esses sentimentos serem de novo arrecadados no sotão da nossa (in)consciência.

Preferindo-se ver o lado positivo não se pode condenar esta época em que, forçados ou não, aproximamo-nos mais dos que nos são mais queridos e se o desvario comercial em volta desta quadra é um preço a pagar que se pague pois merece a pena.

Agora é pena que tenhamos de ter uma data no calendário para nos impor sentimentos que deviam durar toda uma vida e que se os procuramos dentro de nós vamos encontrá-los de certeza absoluta.

13 comentários:

joana disse...

Parece que sim Paula. Tens razão e já andava comsaudades destes pequenos textos que deixavas.
O problema é que á tanat gente que por dentro é oca, cinica, egoista mas só nesta altura do ano são uns docinhos.
Um beijinho enorme

Faniquito disse...

Ai que loirinha mais legal...assino em baixo, palavra por palavra.:)

Beijinhos

Ana

Marta Lemos disse...

Muito bom, linda loira legal...eh,eh,eh! Também assino por baixo. O lixado é termoos de lidar com o cinismo desta altura do ano e o consumismo. Mas a SOLIEDARIADE é contigo mesmo, todo oano.
Beijokinhas.

JMU disse...

Loira, fantástico este texto, mas se bem te conheço falta por aqui algo acutilante! Certo?
É o reflexo da "porcaria" de socidedade em que vivemos.. Mais um apontamento á Loira sem recursos a outras situações...

Catia Jorge Dias disse...

Gostei imenso e concordo completamente. Não existe pachorra para isto tudo.
Mas de facto é sempre um prazer tanto ver trabalhos como ler estes pequenos pensamentos. Que tal um livrito?
Um grande beijo.

Catia Jorge Dias disse...

Pronto, esqueci-me de uma coisa gostei imenso da mensagem no mural do FB no dia 1 de Dezembro:)Fazer bem sem olhar a quem. Gostava de ver certas pessoinhas nos meios onde tás...
Agora é que é, beijinhos.

marinaebrunaartes disse...

Ola Paula!
Tens toda a razão ,tudos esqueçem-se dos sentimentos durante o ano e só agora vem que precisam estar juntar e festejar juntos e trocar prendas...é umaaldrabiçe,não?Eu acho,pois o amor e carinho que devemos dar e receber devia estar sempre presente,afinal como as pessoas se esqueçem disso facilmente..enfim,é a vida...
Gostei de ler e tb de falar,bjinhos

Augusta Oliveira disse...

Oláááá Paula, realmente deveria ser assim mas a hipocrisia que algumas pessoas que nos rodeiam levam-nos a esta situação absurda e ridicula. Mais uma vez vejo mais um doom teu: a escrita, algumas coisas que tenho visto por aí bem pertinho.
Uma beijoca porque contigo sabemos com o que contamos e estou mesmo farta de blá, blá, blá ...

Celeste disse...

Maldita gripe, agora passei por aqui e BRAVO mais um belo escrito que reflecte o que penso tal como os que já passaram por aqui.
O que vale é dizes, vives e sentes o que te vai na alma e não nada a fazer. Simplesmente a Paula Loira directa e sem cinismo...Ao contrário de...
ARTFACTU FOREVER!

Isthar disse...

Boa Loira. Ora aí está o que penso e estou farta de refilar deste periodo natalicio.
O que não gramo nada e estou de acordo com a marina e bruna e todos os outros é o frete que temos de fazer para levar com alguns "pesos" durante o ano inteiro e depois ainda por cima sorrir na noite Natal para além de ainda ter de oferecer uma prenda! Não existe santo que aguente!
Xinhos

Alexandra disse...

Surpresa boa. Mais um excelente testemunho escrito.E pelos vistos existe ressabiamentos por aqui e acolá.Mas não interessa nada é um óptimo sinal: não ligam, não ligam  mas andam sempre a rondar...Parabéns pelo texto que subscrevo e concordo plenamente com tudo o que por aqui li e senti.Beijoquinhas da Xana

Anónimo disse...

Excelente, tinha saudades de uma boa escrita.
Obrigado por transmitires o que muitas pessoas não querem "ver".
Por isso és o que és e pura e simplesmente detestam-te! E o que tu te ralas com isso. Prova que és inteligente, incisiva e directa e admiro-te imenso por isso.
APMD

Noah disse...

Oi Paula,
Este teu texto está realmente ótimo.
Com certeza o Natal é como uma "ilha farol" no mar de dias do resto do ano, que alguns encontram e outros não. Que alguns entendem e outros não. Só não podemos perder o encantamento de procurá-la.
Um Feliz Natal para você loirinha e um 2010 de conquistas.
Bj♥s