quinta-feira, 21 de agosto de 2008

Sentimentos contraditórios

Apeteceu-me escrever... Tenho presente no meu pensamento uma rapariga, a Faty, que, não obstante a injustiça que a vida lhe ofereceu ao deixá-la paraplégica, emana força sendo um exemplo de mulher coragem e completa. É uma Mulher, uma Filha e uma Mãe e ultrapassou as suas limitações não deixando de fazer os seus trabalhos que podem ser vistos no seu blog (bijuteriafaty.blogspot.com). E penso em todas as pessoas que perdem imenso tempo das suas vidas com coisas fúteis e inúteis ou mais preocupadas na vida dos outros, fomentando intrigas e vivendo de esquemas, só se preocupando em aparecer, ou parecer, imaculadas na "aparência".
Mas ontem, também, consegui ver o video que a Paula colocou no seu Blog (estrelana areia.blogspot.com) sobre esse drama que é a infertilidade. E penso na transformação que a minha levou à 15 anos atrás com o advento da maternidade. E lembro 15 anos de stresses, de preocupações, de horários e aflições, de uma viagem iniciada em banhos e biberões até aos dramas actuais das marcas, raparigas e videojogos, de dois bébés a dois projectos de adulto em fase adiantada de formação. Mas penso sobretudo no que seria a minha vida sem eles. Faria algum sentido? Teria alguma lógica? Só consigo imaginar, como resposta, o vislumbre de um enorme vazio... É verdade, não vou mentir, que é delicioso o silêncio e o sossego que me acolhe, ao chegar a casa, quando eles estão de férias com os avôs, mas apenas porque sei que se trata de um prazer efémero, que em breve eles estão de volta e, com eles, a bagunça, a desarrumação, os brinquedos espalhados por toda a casa, as brigas e birras, enfim, o caos habitual. E só assim a minha vida faz então sentido.
É por tudo isso que seria hipócrita se viesse dizer que compreendia o drama sofrido por pessoas como a Paula, porque só quem o sofre na pele o poderá verdadeiramente sentir. Só posso assim desejar-te, Paula, força e coragem porque espero, em breve, dizer-te: muitos, muitos, muitos parabéns! E pessoalmente!
Em contradição, hoje tive o prazer de conhecer, em pessoa, uma linda blogger, a Sofia (sofiacompanhia.blogspot.com). Na passagem do conhecimento virtual para o real deixa-me dizer-te que adorei o "bocadito" que estivemos a conversar e que fiquei com uma imagem tua de pessoa transparente e frontal e que apesar do escasso tempo que estivemos juntas foi um tempo valioso que valeu mesmo a pena.
Faty, Paula e Sofia. Por caminhos e portas diferentes juntaram-se no meu pensamento e fizeram-me escrever. Por vocês e por mim. Um beijinho para as três.

26 comentários:

myleta disse...

Olá!
Acho mal por aqui uma pessoa com a lágrima ao canto do olho, acho mesmo muito mal :) Ele há histórias de vida muito dificeis, de facto, por esse motivo acho que somos de uma arrogância extrema quando nos conseguimos queixar que não temos dinheiro, que temos muito trabalho, blá, blá, blá... enfim...
Em relação aos teus filhos e pela parte que me toca: obrigada! Obrigada por me teres dado os dois sobrinhos mais lindos do mundo e arredores!! É como dizes, sem eles a vida não faz sentido!

E agora para desanuviar um cadinho, acho que vais gostar de saber que: vaaaaaaaaaaaamos de férias!!!!!

Um beijo c amor, cunha preferida ;)

Paula disse...

é de lágrimas nos olhos ke te escrevo a dizer OBRIGADA.
Nem sabes como é bom ler as tuas palavras, como é bom achar ke desse lado existe alguém tão belo como tu. OBRIGADA!!
Faz-me pensar que afinal ainda bem ke coloquei o video neste blog, é bom ver ke a mensagem está a passar, mesmo para quem felizmente não sofreu com a Infertilidade. E digo-te mais, Um dos muitos problemas da doença da infertilidade é preconceito, e mentalidade (muitas vezes machista- com medo e vergonha), não dos casais normais, mas mesmo dentro dos casais inférteis. Agora sei ke também graças a ti mais gente vai ler, e ter conhecimento deste sofrimento grande.
Quero também dar um beijão grande à Faty, uma Guerreira.
Um xi-coração enorme
Paula :)

Lau disse...

Fiquei sem palavras, alem do artesanato tens um dom incrivel para a escrita, e conseguiste envolvernos com essas pessoas, uma conheço o drama- fda Paula, como tu dizes e dificil avaliar como nos sentiamos na situação, mas era situação que não gostava de sentir, visto o meu maior sonho e ser mãe.
Realmente valorizamos muitas vezes coisas tão futeis, quando a nossa volta a tanto sofrimentos, tantas pessoas, com muito mais dificuldades que nos e a dar a volta por cima.
Sinceramente adorei a tua postagem.
E espero em breve ter a mesma sorte da Sofia, deixar de te conhecer virtualmente, porque acho que deves ser um ser humano extraordinario.

Um excelente fim de semana

beijocas

Paula disse...

Mais uma vez obrigada amiga!
Agora tenho um pedido para te fazer, queria deixar uma mensagem à Myleta mas não sei porquê não chego ao blog dela.Pode ser?
Myleta obrigada pelas tuas palavras, é muito bom ter o vosso colinho, nem imaginas como sabe bem.
Dá os parabéns aos pais da Leonor e um beijinho muito grande para ela (quem sabe, talvez eu até os conheça).
Também te digo ke tenho fé ke um dia vai ser o nosso dia, ou pelo coração (adopção) ou de barrigão.
Obrigada por existires uma beijoka :)

Teteka disse...

Olá Paula
Gostei do que li, transmitiste na perfeição o que vai dentro de ti, parabéns.
Beijinho grande e um bom fim de semana
Teresa

carla martins disse...

Olá Paula
se todas as pessoas fossem ,como tu , MEIGA,SENSIVEL ,CARINHOSA E AMIGA,o Mundo seria muito melhor de certeza.
BEIJOCAS
«agulhaepincel.blogspot.com»

Bernardo disse...

Mae eu gosto muito de ti. Amote

Faty disse...

Ola amiga

Ja me fizes-te chorar mas senti um enorme carinho nas tuas palavras e é pena estarmos tão longe pq tens sido uma visita constante no meu blog e uma querida .
Pela net tenho feito amizades grandes e ja cheguei a conhecer algumas meninas pessoalmente .
Hoje fui ao penso e vou continuar de baixa mais 22 dias e até fiquei surprendida pq acho mtos dias e o dinheiro faz falta mas nada posso fazer ...
Mas tem me feito bem tar em casa pq andava com uma grande anemia e parece que desta vez ta a ficar melhor - devia de ser do stress.
Vou continuar com os meus trabalhos pq parar é morrer e breve vai surgir um novo projecto com novos trabalhos .

Beijinhos querida e bom fim semana

Marta Lemos disse...

Passei para as novidades e a cabeça parou. Querida, parabéns por estares a falar de outras coisa tão importantes.

Anónimo disse...

A nossa querida e interessante amiga é demais. Tanto quanto sei quando abraça ou agarra uma causa ou um projecto dá nisto...na dedicação, numa camisola que veste e recusa-se a despir.Sem nunca pedir nada em troca. EU

dany disse...

ola, assim não dá. Estou farta deste nó na garganta. Obrigado por partilhares tudo o que vai nesse coração.

Afonso disse...

AMOTE MAE AMOTE AMOTE AMOTE

paulavicente.artfactu disse...

Assim não dá, agora também já o Bernardo e o Afonso andam por aqui...Já volto...

myleta disse...

Mau... olha que isto hoje... assim num dá né?? Eu devia estar contente pq vou de férias e passo o dia a "chorar"?! A malta aqui pensa k tou doida de td!!! E afinal de contas a minha CUNHA tem um ganda mau feitio e os meus SOBRINHOS são umas verdadeiras pestinhas!!!
Não liguem foi para desanuviar :))))
AMO-VOS DO CORAÇÃO!

Paula disse...

eheheheheh com os putos ao barulho ainda é mais giro

Paula disse...

Amiga mais um favor, dá uma beijoka à Marta Lemos ke eu também não chego ao blog dela. Obrigada Marta.
Isto está a ser uma 6ª feira muito emotiva. Jokinhas

Ana Dias Vaz disse...

Olá Paula...realmente deixas uma pessoa "de bem" com a lagrimita ao canto do olho.Realmente tu tens o dom da escrita...tanto dou por mim a rir dos teus mail ,como dou por mim a identificar-me com as tuas reflexões.
Realmente "nós" muitas vezes nem damos o devido valor ao maior tesouro que temos ,os filhos.Eles muitas vezes fazem-nos "passar da bolacha", mas que seria a nossa vida sem eles????
Mando tb Daqui um grande beijinho ás meninas visadas e desejo-lhes muita força!

Daniela Veiga disse...

E a lágrima brotou, rolou e caiu no teclado do pc...

Cor de Mel disse...

Olá Paula,
Depois de um dia atribulado, cheguei aqui e não consegui parar de ler esta tua postagem e olha...
acabei como a paula, de lágrimas nos olhos, pois foi de tal forma lindo e verdadeiro o que nos passaste, através dos teus sentimentos contraditórios que te dou os parabéns, pois além de fazeres trabalhos lindos, escreves lindamente e acima de tudo, és uma LINDA pessoa. Deixo também, aqui, beijinhos para as 3 pessoas que enumeras e um enorme para ti,
Lia.

Sofia & Companhia disse...

Minha linda só hoje consegui ver o teu blog (pq o meu computador está meio...quase todo...maluco) e quero dizer que tb gostei mto de te conhecer e de conversar contigo (coitadinhos dos miudos à seca no carro!!).
Eu já visitei o blog da Paula e tb vi o video, e partilho da tua opinião: não vale a pena dizer que compreendemos o que ela e o marido (ou companheiro) estão a passar pq é impossível para nós, que temos os nossos filhotes, imaginar como seria a nossa vida sem eles!!
Bjs grandes e até breve.
Sofia

Claudiacva disse...

Bem assim não vale, snif snif...
Conheci o blog da Fati atravez de ti e fiquei fascinada, a Paula já a "conheço" à algum tempo, ai de voces que se encontrem sem mim ...
A sofia vou cuscar o cantinho dela.
Bjs para a familia coração

paulavicente.artfactu disse...

Claudia, quando o encontro acontecer é claro que também vais, porque assim já somos duas a berrar:Parabéns!

paulavicente.artfactu disse...

Penso que a Paula e Faty, não se vão importar, pelo facto de eu agradecer todos os comentários e e-mails que recebi, por elas. Pessoal, muito obrigada por terem parado um bocado e terem olhado á vossa volta. Muito, muito obrigada.

Paula disse...

Mais uma vez, e nunca é de mais Obrigada. É bom saber que muita gente deixou de olhar só para o umbigo e foi graças a ti.
Um xi-coração :)

São disse...

Paula
Estou sem palavras e com um nó na garganta.Abençoadas sejam as pessoas como tu.
Um muito OBRIGADA

São

Sofia disse...

pois é...concordo com o que escreves, conheço a Faty através do bolg dela e tenho a mesma opinião. Em relação á criançada ,apesar de nao ter ainda filhotes ,partilho da mesma ideia, vejo a minha cunhada com as miúdas...
bjs
Sofia